Como funciona uma sessão de Hipnose Ericksoniana

A Hipnose Ericksoniana estuda o referencial interno cada paciente visando utilizá-lo para favorecer que através do processo de interiorização em cada sessão, para que o mesmo possa se conectar melhor com as informações do inconsciente. Como o terapeuta se adapta às crenças e padrões individuais, até as resistências podem ser uma informação válida para direcionar o cliente ao seu mundo interior. 

A filosofia e as estratégias de Erickson permite que o sujeito entre em estado de atenção focado em si mesmo, vivencie experiências no seu mundo interior, que permitirão a resolução dos conflitos.

Como as estratégias são construídas conectadas a dinâmica de cada perfil, as sugestões adquirem um poder maior de gerar resoluções internas. Dessa maneira, a Hipnose Ericksoniana se torna mais eficaz, pois ninguém é resistente às soluções que emergem de si mesmo.

Dentro da Hipnose Ericksoniana, o hipnoterapeuta é apenas o facilitador, colocando o paciente em contato com os recursos que ele mesmo dispõe em seu inconsciente, gerando através disso, uma reestruturação interna que qualifique a sua vida.

Sessão de Hipnose Ericksoniana e seus ciclos:

Antes de qualquer coisa é necessário conhecer o problema do paciente, nesse sentido, é papel do hipnoterapeuta estabelecer uma relação de confiança com o cliente, onde o mesmo possa se abrir para que o profissional identifique as possíveis causas que levam ao desenvolvimento do problema ou dificuldade em questão.

A partir das informações obtidas na entrevista, o hipnoterapeuta organiza toda a estrutura do tratamento e elabora a sessão, que será feita à medida para cada cliente.

Depois de estabelecida a relação inicial de segurança e traçado todos os objetivos terapêuticos, todas as dúvidas relativamente à hipnose são esclarecidas e o paciente poderá experimentar a sensação de entrar num transe hipnótico. Vamos aos ciclos:

Ciclo 1: Direcionamento da atenção

Nesse momento o terapeuta utilizando dos referenciais do cliente, oferta uma série de sugestões, através do processo da indução, para que a atenção do cliente possa ir se desconectando do mundo externo e possa ir cada vez mais aprofundando a relação com o mundo interior, seja através do transe formal ou do transe conversacional.

Ciclo 2: Desconexão dos modelos limitantes

Aqui o terapeuta, no momento de interiorização do paciente, utiliza a gama de possibilidades das estratégias Ericksonianas, mobiliza para que o paciente possa se desconectar dos modelos limitantes da consciência. 

O cliente ao chegar na experiência clínica, se encontra em um transe de desempoderamento como consequência dos referenciais que estão presentes na consciência, que ele está utilizando para tentar lidar com o problema, não estarem conseguindo que ele se adapte aquela situação, gerando uma condição de crise.

Então o terapeuta pelo processo do aprofundamento e uso das estratégias, permite que o cliente se desconecte e construa uma dissociação saudável da sua relação com os modelos que estão presos na consciência, para que ele possa começar a se abrir para fontes mais profundas de informação que estão presentes no seu mundo interior. 

Ciclo 3: Abertura ao inconsciente

Através desse processo, o paciente cria uma abertura para se conectar com mais amplas possibilidades que estão no seu sistema. 

O terapeuta continua a usar das estratégias, potencializando a dinâmica da mente inconsciente que irá permitir entrar no quarto ciclo do transe terapêutico que é o processamento do inconsciente.

Ciclo 4: Processamento do Inconsciente

Essas sugestões vão gerar no inconsciente associações novas, acesso a conexões que estavam esquecidas, composição de novos recursos, impulsos para novos desenvolvimentos, permitindo que entremos na quinta fase: a da resposta hipnótica. 

Ciclo 5: Resposta Hipnótica

A quinta fase é onde o inconsciente oferta de uma maneira espontânea um conjunto de informações carregadas de perspectivas mais amplas e associações emocionais fortalecedoras que ampliam as referências da mente inconsciente do cliente. Reorganizando os núcleos de conflitos que o paciente não consegue solucionar, permitindo que ocorra uma toda reestruturação interna, fazendo com que o indivíduo construa um renovado estado de saúde psicológico.

Cada sessão dura 1 hora e nela todos os princípios de Milton Erickson são seguidos, especialmente seguindo o primeiro deles: “Toda pessoa é única e cria a sua própria metáfora. O hipnotizador se alia a essa metáfora, se movimenta com ela e a guia”.

Ficou interessado, quer saber como faz para agendar uma sessão de Hipnose Ericksoniana agora mesmo? Então, clique aqui e fale conosco.