A importância da Metáforas em seus atendimentos

metáforas

Existem diversos caminhos que podemos seguir para ajudarmos outras pessoas. Um desses caminhos são as metáforas terapêuticas, uma técnica especial de contar histórias que facilita o acesso para descobertas importantes, da sabedoria do inconsciente, gerando novas aprendizagens que aumentam sua qualidade de vida.

Cada um de nós possui o dom de contar histórias. Ao responder como foi o seu dia a outra pessoa, por exemplo, você automaticamente elabora um roteiro em sua mente e conta uma história.

Contar histórias é uma maneira única de nos reconectarmos com as pessoas que conhecemos ou de nos conectarmos para conhecer alguém, é que nos torna íntimos uns dos outros. 

Com as crianças, por exemplo, usamos essa técnica de forma leve e natural, muitas vezes utilizamos deste artifício para explicar de maneira lúdica algo para que ela entenda e consiga associar com a realidade. 

Metáforas dentro da Hipnose Ericksoniana 

As metáforas terapêuticas foram criadas e inseridas na psicoterapia por Milton H. Erickson, pai da Hipnose Ericksoniana, que identificou que o uso da comunicação indireta facilitava o processo de mudança das pessoas, dando alternativas para resolução de seus conflitos e problemas.

As metáforas são ferramentas que contém mensagens poderosas para auxiliar o paciente a encontrar novas perspectivas da sua vida.

Quando utilizamos as metáforas para fins terapêuticos, facilitamos o acesso a pontos dolorosos ou conflitantes, de uma maneira amorosa e não invasiva. E assim, conseguimos mudanças na compreensão do paciente sobre o problema e sugerimos soluções adequadas sem impor tarefas ou regras de comportamento.

Dicas de como usar as metáforas nos processos terapêuticos

Para que a Metáfora seja eficaz, é preciso seguir algumas condições. Separei 5 dicas para você:

1) Antes de iniciar, é necessário fazer uma reflexão: Qual é o propósito desta história? A que conclusão eu quero que o ouvinte chegue? Que mudança comportamental eu quero?

2) É preciso ter uma estrutura de ação para que o cliente encontre na metáfora os passos que deve seguir para realizar as mudanças

3) Utilize adjetivos, que ajude na imaginação de seu cliente. Ao invés de apenas “céu azul”, troque por “lindo céu azul brilhante”. 

4) 100% de autenticidade: Você realmente acredita na mensagem que você quer passar?

5) Conte a história, mas também seja um bom ouvinte.

E nunca se esqueça: a melhor metáfora é aquela que se encaixa perfeitamente na situação ou problema desejado. 

Gostou do artigo, mas ainda não sabe como inserir o ato de contar histórias no seu dia a dia, seja em sua vida pessoal e principalmente na vida profissional? 

Nós temos um treinamento completo sobre esse tema, que vai te proporcionar ensinamentos valiosos e que você conseguirá colocá-los em prática o quanto antes de forma eficiente e significativa. Clique aqui e conheça a Oficina de Metáforas do ACT Institute.