ACT Institute | O ACT Institute Brasil é o Maior Instituto de Hipnose do mercado e referência internacional em Hipnose Ericksoniana. Dr Stephen Paul Adler, PhD, seu presidente-fundador, é discípulo de Milton Erickson, sendo o único trainer habilitado por ele em toda a América Latina.

A ARTE DE CRIAR FELICIDADE

Como é gratificante poder compartilhar conhecimento, construir e cocriar histórias, ideias  e informações para fazer do mundo um lugar melhor para se viver, um lugar onde as pessoas aprendam a arte de criar felicidade para si mesmas e para as pessoas com quem se relacionam. 

Todo relacionamento ou encontro do qual as pessoas saiam com sentimento de gratidão por terem compartilhado tempo juntas, foi um momento que valeu a pena ser vivido. 

Talvez durante o movimento de ajustar nossos passos na caminhada em direção à felicidade, aconteçam algumas crises, algumas dificuldades, alguns desentendimentos e está tudo bem. Para que pedras brutas se tornem diamantes, é preciso lapidá-las e isso exige uma quantidade razoável de atritos até que se obtenha o resultado final. 

Com a felicidade acontece o mesmo. Durante nossa jornada, pode ser que nossa busca e nossa trajetória de criar felicidade sejam regadas de atritos, conflitos pessoais ou até mesmo interpessoais. Não porque a gente deva brigar com o mundo para impor nossas vontades, desejos e necessidades, mas porque é algo natural e que, muito provavelmente vai acontecer, diante do fato de que cada pessoa é única e busca acima de tudo, fazer escolhas e tomar decisões pensando primeiro em si mesmas.

Então eu te pergunto: será que as escolhas que você tem feito, contribuem para que você se torne uma pessoa mais feliz? Será que você tem pensado em você e na sua felicidade em primeiro lugar? Qual tem sido a qualidade dos seus pensamentos, ações e sentimentos? Será que eles têm contribuído para a criação de felicidade na sua vida?

E em relação às pessoas que fazem parte da sua vida, alguma vez você já parou para perguntar a elas, o que as faria feliz?

Será que não há nada que você possa fazer para contribuir para que outras pessoas criem felicidade para suas próprias vidas? E será que ao ajudar essas pessoas a criar felicidade para a vida delas, você não está ajudando a si mesmo a criar felicidade para sua própria vida? 

Muitas vezes, ser ouvido é a única coisa que alguém precisa para ter um dia feliz. Quando foi a última vez que você iniciou uma conversa com alguém e se entregou à conversa, sem ficar olhando para o relógio? Quando foi a última vez que você teve uma conversa da qual saiu positivamente energizado? 

Temos o costume de não pensar nas respostas das perguntas que nos fazem, ou que surgem naturalmente dentro de nós, mas que tal parar por um instante o que quer que esteja fazendo e refletir sobre isso? Conecte-se com o melhor que há dentro de você…

 
FELICIDADE NÃO É APENAS A AUSÊNCIA DE TRISTEZA
A felicidade está vinculada ao cultivo de um grupo de emoções e estados cognitivos positivos e mais do que isso, felicidade também é deixar ir…
 

É um grande equívoco acreditar que a felicidade pode ser encontrada em fatores externos, embora sejam alguns estímulos externos que desencadeiam a sensação de bem-estar.

O que te faria feliz agora, nesse exato momento?

Talvez a sua felicidade esteja em algo simples como poder respirar, enxergar, ouvir, caminhar…Talvez sua felicidade esteja em viver em paz e equilíbrio, talvez esteja em encontrar um amigo para conversar pessoalmente, talvez felicidade para você seja ter a oportunidade de pedir perdão ou perdoar alguém… Só você sabe o que realmente te faria feliz agora. 

Praticar o silenciar a mente e voltar sua atenção para o que acontece dentro de si, é uma excelente oportunidade de encontrar o famoso “caminho para a felicidade”, mesmo porque, o conceito de felicidade e a influência que ela tem sobre cada um de nós, varia de pessoa para pessoa. 

As pessoas mais felizes são aquelas que estão em busca de aumentar a frequência com que as emoções e sentimentos positivos emergem durante seu dia a dia. 

Parece ser chato essa história de olhar sempre o lado positivo das coisas e situações, mas é justamente essa possibilidade que gera em nós o bem-estar, a realização e a plenitude de viver.

Sim, a felicidade exige prática e muita disciplina. Não é algo como uma bênção ou um dom divino, mas é possível alcançar a felicidade por meio da mudança de comportamento, da visão de mundo e da forma como nos comunicamos com ele diariamente.

A felicidade não é algo repentino e efêmero. Ela vem, segundo a filosofia grega, de um trabalho que o indivíduo faz em si mesmo, podendo ser alcançado pelo exercício daquilo que consideramos virtuoso, bom e realizador.

O filósofo e poeta escocês, Sir Thomas Brown, viveu no Século XV e escreveu certa vez: “Eu sou o homem vivo mais feliz. Eu tenho algo em mim que pode converter pobreza em riqueza, adversidade em prosperidade. Eu sou mais invulnerável que Aquiles. O azar não tem como me atingir”. Ele não tinha facilidade de informação, transporte e internet como temos hoje, mas, ele tinha uma coisa que, sem dúvida alguma, todos nós também temos até hoje: a capacidade de CRIAR FELICIDADE para si. 

Felicidade não está no quanto de dinheiro você tem na conta, no carro que você anda ou na casa que você mora. Isso é satisfação dos desejos do ego

As necessidades da alma são o que traduzem a verdadeira felicidade. Ela está dentro de você, é profunda, está nas suas emoções, nos seus pensamentos e nas suas atitudes diante dos desafios que a vida te apresenta. 

Felicidade de modo geral, é poder desfrutar de tempo junto com as pessoas que você ama enquanto as têm por perto, é poder respirar, viver e sorrir, independente do quão belos são teus dentes, e é escolher ser feliz, tanto com as escolhas que você faz, quanto com as escolhas que são feitas por você, pelo universo. Porque quando não somos capazes de decidir sobre o que é melhor para nós, a sabedoria universal escolhe por nós.

Então se por alguma razão você não se sente feliz hoje, olhe para dentro… A felicidade que você tanto busca, muitas vezes do lado de fora, talvez seja uma sementinha esperando para nascer a partir da parte mais profunda e sagrada que existe dentro de você. Silencie sua mente e olhe com atenção. Tenho certeza de que ela está lá.

Como é gratificante poder compartilhar conhecimento, construir e cocriar histórias, ideias  e informações para fazer do mundo um lugar melhor para se viver, um lugar onde as pessoas aprendam a arte de criar felicidade para si mesmas e para as pessoas com quem se relacionam. 

Todo relacionamento ou encontro do qual as pessoas saiam com sentimento de gratidão por terem compartilhado tempo juntas, foi um momento que valeu a pena ser vivido. 

Talvez durante o movimento de ajustar nossos passos na caminhada em direção à felicidade, aconteçam algumas crises, algumas dificuldades, alguns desentendimentos e está tudo bem. Para que pedras brutas se tornem diamantes, é preciso lapidá-las e isso exige uma quantidade razoável de atritos até que se obtenha o resultado final. 

Com a felicidade acontece o mesmo. Durante nossa jornada, pode ser que nossa busca e nossa trajetória de criar felicidade sejam regadas de atritos, conflitos pessoais ou até mesmo interpessoais. Não porque a gente deva brigar com o mundo para impor nossas vontades, desejos e necessidades, mas porque é algo natural e que, muito provavelmente vai acontecer, diante do fato de que cada pessoa é única e busca acima de tudo, fazer escolhas e tomar decisões pensando primeiro em si mesmas.

Então eu te pergunto: será que as escolhas que você tem feito, contribuem para que você se torne uma pessoa mais feliz? Será que você tem pensado em você e na sua felicidade em primeiro lugar? Qual tem sido a qualidade dos seus pensamentos, ações e sentimentos? Será que eles têm contribuído para a criação de felicidade na sua vida?

E em relação às pessoas que fazem parte da sua vida, alguma vez você já parou para perguntar a elas, o que as faria feliz?

Será que não há nada que você possa fazer para contribuir para que outras pessoas criem felicidade para suas próprias vidas? E será que ao ajudar essas pessoas a criar felicidade para a vida delas, você não está ajudando a si mesmo a criar felicidade para sua própria vida? 

Muitas vezes, ser ouvido é a única coisa que alguém precisa para ter um dia feliz. Quando foi a última vez que você iniciou uma conversa com alguém e se entregou à conversa, sem ficar olhando para o relógio? Quando foi a última vez que você teve uma conversa da qual saiu positivamente energizado? 

Temos o costume de não pensar nas respostas das perguntas que nos fazem, ou que surgem naturalmente dentro de nós, mas que tal parar por um instante o que quer que esteja fazendo e refletir sobre isso? Conecte-se com o melhor que há dentro de você…

 
FELICIDADE NÃO É APENAS A AUSÊNCIA DE TRISTEZA
A felicidade está vinculada ao cultivo de um grupo de emoções e estados cognitivos positivos e mais do que isso, felicidade também é deixar ir…
 

É um grande equívoco acreditar que a felicidade pode ser encontrada em fatores externos, embora sejam alguns estímulos externos que desencadeiam a sensação de bem-estar.

O que te faria feliz agora, nesse exato momento?

Talvez a sua felicidade esteja em algo simples como poder respirar, enxergar, ouvir, caminhar…Talvez sua felicidade esteja em viver em paz e equilíbrio, talvez esteja em encontrar um amigo para conversar pessoalmente, talvez felicidade para você seja ter a oportunidade de pedir perdão ou perdoar alguém… Só você sabe o que realmente te faria feliz agora. 

Praticar o silenciar a mente e voltar sua atenção para o que acontece dentro de si, é uma excelente oportunidade de encontrar o famoso “caminho para a felicidade”, mesmo porque, o conceito de felicidade e a influência que ela tem sobre cada um de nós, varia de pessoa para pessoa. 

As pessoas mais felizes são aquelas que estão em busca de aumentar a frequência com que as emoções e sentimentos positivos emergem durante seu dia a dia. 

Parece ser chato essa história de olhar sempre o lado positivo das coisas e situações, mas é justamente essa possibilidade que gera em nós o bem-estar, a realização e a plenitude de viver.

Sim, a felicidade exige prática e muita disciplina. Não é algo como uma bênção ou um dom divino, mas é possível alcançar a felicidade por meio da mudança de comportamento, da visão de mundo e da forma como nos comunicamos com ele diariamente.

A felicidade não é algo repentino e efêmero. Ela vem, segundo a filosofia grega, de um trabalho que o indivíduo faz em si mesmo, podendo ser alcançado pelo exercício daquilo que consideramos virtuoso, bom e realizador.

O filósofo e poeta escocês, Sir Thomas Brown, viveu no Século XV e escreveu certa vez: “Eu sou o homem vivo mais feliz. Eu tenho algo em mim que pode converter pobreza em riqueza, adversidade em prosperidade. Eu sou mais invulnerável que Aquiles. O azar não tem como me atingir”. Ele não tinha facilidade de informação, transporte e internet como temos hoje, mas, ele tinha uma coisa que, sem dúvida alguma, todos nós também temos até hoje: a capacidade de CRIAR FELICIDADE para si. 

Felicidade não está no quanto de dinheiro você tem na conta, no carro que você anda ou na casa que você mora. Isso é satisfação dos desejos do ego

As necessidades da alma são o que traduzem a verdadeira felicidade. Ela está dentro de você, é profunda, está nas suas emoções, nos seus pensamentos e nas suas atitudes diante dos desafios que a vida te apresenta. 

Felicidade de modo geral, é poder desfrutar de tempo junto com as pessoas que você ama enquanto as têm por perto, é poder respirar, viver e sorrir, independente do quão belos são teus dentes, e é escolher ser feliz, tanto com as escolhas que você faz, quanto com as escolhas que são feitas por você, pelo universo. Porque quando não somos capazes de decidir sobre o que é melhor para nós, a sabedoria universal escolhe por nós.

Então se por alguma razão você não se sente feliz hoje, olhe para dentro… A felicidade que você tanto busca, muitas vezes do lado de fora, talvez seja uma sementinha esperando para nascer a partir da parte mais profunda e sagrada que existe dentro de você. Silencie sua mente e olhe com atenção. Tenho certeza de que ela está lá.