ACT Institute | O ACT Institute Brasil é o Maior Instituto de Hipnose do mercado e referência internacional em Hipnose Ericksoniana. Dr Stephen Paul Adler, PhD, seu presidente-fundador, é discípulo de Milton Erickson, sendo o único trainer habilitado por ele em toda a América Latina.

Uma reflexão sobre: As atitudes ericksonianas

atitudes

Dizemos que uma atitude é um disposição interna que mobiliza comportamento afim a essa disposição. Todos temos algum tipo de atitude (disposição) influenciando aquilo que estamos fazendo no dia a dia. O artigo de hoje vai falar sobre as atitudes dentro da filosofia de Milton Erickson.

As atitudes Ericksonianas são determinadas perspectivas internas, que mobilizam comportamentos específicos do terapeuta em relação ao cliente, visando  criar as condições propícias para mobilizar o fenômeno hipnótico (favorecer  que o cliente acesse a sabedoria de sua mente inconsciente).

Nesse estudo da filosofia Ericksoniana, relacionada às atitudes, iremos abordar  uma a uma, favorecendo exercícios específicos, visando amplificar a interiorização e expressão das mesmas.

ATITUDE 1: A VERDADE SERÁ REVELADA DE MUITAS FORMAS

A primeira atitude Ericksoniana a ser estudada fala que “ a verdade vem até nós  de muitas formas”.

A verdade, fazendo menção as informações relevantes sobre o implícito do  paciente, é comunicada na experiência clínica de diversas maneiras, e captada  pelo nosso sistema através de diversos meios.

Comumente, vários estímulos perturbadores, como por exemplo, medo, preocupação, falta de confiança, ativação pelo que o paciente está compartilhando  conosco, perturba o nosso foco, o que prejudica nosso acesso a algumas das  informações valiosas, que emergem no contexto clínico.

Então podemos dizer, que a verdade vem até nós de muitas formas, na medida  em que estejamos engajados com o paciente, transitando com qualidade em  seu mundo interior, e presente para perceber as muitas informações compartilhadas e captadas através das sensações de nosso corpo, das nossas emoções,  dos diálogos e imagens que emergem em nossa tela mental.

ATITUDE 2: OUVIR ATRAVÉS DA SUA SABEDORIA INTERIOR

Outra Atitude Ericksoniana  convida-nos  para, através da sentença de  “Ouvir com seus olhos e ver com seus ouvidos”,  decodificarmos as informações que captamos de nossos pacientes, através da  nossa sabedoria interior.

Mas o que, especificamente, significa “decodificar as informações com nossa  sabedoria interna”?

Sempre que fazemos menção à sabedoria interna, dentro da filosofia Ericksoniana, estamos nos referindo às informações que emergem da mente não-consciente.

E sabendo que ela se expressa de forma metafórica e não-liner, aprender a ouvi-la, visando ter percepções mais profundas sobre nossos clientes, significa  não apenas acessar os canais onde esse material é registrado em nós, como  também aprender a lidar e decodificar esse tipo de informação.

Mas, se estamos falando sobre outra pessoa, por que será valioso decodificar  suas informações através da minha mente não-consciente?

Será um recurso extraordinário pois no momento em que estamos engajados  com nossos clientes, a mente não- consciente do cliente, se conecta com nossa  mente não-consciente. Essa conexão permite que a sabedoria interna do  terapêuta recolha e interprete uma série de informações que estão no campo  clínico, sendo manifestada pelo cliente, favorecendo o alinhamento das intervenções com a bússola interna do mesmo.

Dessa maneira, a aprendizagem de conseguir acessar e lidar com as perspectivas do não-consciente terapêuta, assim como a aprendizagem de construir  bons engajamentos,  geram as condições que são vitais, para construirmos  compreensões mais bem ajustadas às necessidades do cliente.

ATITUDE 3: ACEITAÇÃO

Uma série de configurações improdutivas que emergem das relações parentais  com a criança em desenvolvimento, podem gerar a percepção na imaturidade  infantil (imaturidade como falta de recursos necessários para construir melhores compreensões), de que não existe espaço para ela ser sua mais autêntica e  verdadeira forma de ser.

Como o afeto e a atenção são informações importantes, para a saciação emocional da criança em desenvolvimento ela, visando continuar recebendo esse  alimento, entra em um jogo sutil de adaptações, assumindo os modelos que na  sua fantasia são importantes, para ter  valor aos olhos dos seus cuidadores e  assim  merecer receber o afeto e o reconhecimento.

Nessa estratégia, que acontece de forma muito primária como um comportamento de sobrevivência emocional, ela constrói um muro, onde muitos dos  seus aspectos, que não se adaptam aos modelos imaginados,  são negligenciados enquanto outros serão supervalorizados e até internalizados, ampliando a  desconexão com sua autenticidade.

Por isso, uma das condições importantes para que nosso cliente encontre um  clima adequado para mergulhar em seu mundo interior e acessar mais de si  mesmo é a atitude, por parte do terapeuta, de aceitá-lo incondicionalmente,  através de um comportamento de não julgamento e acolhimento dos materiais  que o mesmo compartilha no contexto clínico.

Tal condição, por  injetar no campo relacional a informação de que “está tudo  bem ser ele mesmo”, gera um estado de segurança interior que possibilita o  aprofundamento do cliente no encontro de suas partes, favorecendo que ele  possa “ir além do muro construído” para acessar diversas necessidades e partes, que aguardam serem resgatadas e integradas.  Portanto a atitude que preconiza “que todos somos perfeitamente imperfeitos  – traz a informação do valor da aceitação, como geradora da segurança necessária, para o cliente se abrir à suas possibilidades verdadeiras.

Você já conhecia as atitudes ericksonianas? Para se aprofundar ainda mais no universo da Hipnose Ericksoniana, confira outros artigos como este, clicando aqui.

Newsletter ACT

Ao informar e enviar os meus dados eu aceito receber comunicados do ACT Institute, e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade.

 

ACT nas mídias sociais