O TOD (Transtorno Desafiador de Oposição) é um transtorno infantil caracterizado por comportamento desobediente a figuras de autoridade, a causa desse transtorno é desconhecida.

Os sintomas normalmente começam antes de uma criança completar oito anos de idade, eles incluem irritabilidade, comportamento desafiador e argumentativo, agressividade e índole vingativa que duram mais de seis meses e causam problemas significativos no ambiente familiar e escolar.

As crianças e os adolescentes que são diagnosticados com TOD, costumam manifestar momentos de insubordinação, raiva, teimosia constante, hostilidade, sentimento de vingança e uma grande dificuldade em obedecer a regras quando solicitadas. O Transtorno Desafiador de Oposição é uma condição responsável por comportamentos que são restritivos em ambientes sociais. 

Essa condição pode causar efeitos significativos na vida da criança a longo prazo, isso porque os comportamentos presentes no transtorno comprometem o convívio social do indivíduo. 

Sintomas do Transtorno Desafiador de Oposição

Para diagnosticar o TOD, é preciso verificar a presença de pelo menos quatro dos seguintes sintomas:

  1. desafia regras;
  2. discute com adultos ou figuras de autoridade;
  3. culpa os outros pelos seus próprios erros;
  4. irritabilidade e acessos de raiva constantes;
  5. faz coisas deliberadamente para aborrecer a terceiros;
  6. se sente ofendido com facilidade;
  7. tem respostas coléricas quando contrariado;
  8. é rancoroso e vingativo quando desafiado ou contrariado.

Como a Hipnose Ericksoniana por ajudar

Os relacionamentos são essenciais para o desenvolvimento das crianças. Ao conviver com os seus pares na escola, por exemplo, são estimuladas certas habilidades sociais, como a aceitação das diferenças e o autocontrole.

O TOD, pode prejudicar gravemente a qualidade dos relacionamentos que a criança estabelece ao longo de sua vida.

Aprofundar na causa, fazer os pequenos entenderem que existem muitas possibilidades de firmar relacionamentos saudáveis e de confiança, ensinar técnicas de como controlar a raiva, reconhecer as figuras de autoridade, são os caminhos percorridos na hipnose.

O uso das técnicas ericksonianas servem para alcançar a consciência destes pacientes, ensinando formas diferenciadas de interação, ensinando o autocontrole diante de sintomas como: acessos de raiva, gritos, irritabilidade, teimosia, desprezo pelas regras, falta de foco, entre outros. 

Como seres sociais, o convívio torna a vida mais fácil e prazerosa. Investir nisso é uma boa escolha. Ao estabelecer a maturidade emocional, que também é estimulada pelo tratamento, a criança pode controlar suas emoções, entender seus limites, desenvolver responsabilidade, calma, respeito e empatia, buscando o desenvolvimento e usando-os ao seu favor.

A hipnose para crianças é um procedimento considerado de baixo risco, não muito invasivo. Portanto, é indicado para a maior parte das crianças. O tratamento é indicado a partir dos 3 anos de idade, sempre com a autorização dos pais e o acompanhamento de um profissional responsável.

Se gostou deste artigo, clique aqui para ler outros como este.