A prática de supervisão é comum na área da saúde, tanto enfermeiros como psicólogos já passaram por este processo, que consiste no ensinamento guiado por um supervisor (ou “preceptor”, como é chamado muitas vezes).

 

Afinal, estes profissionais lidam diretamente com problemas da vida diária, necessitando não apenas saber como tratar doenças, mas também ter o “feeling” de sentir e entender o paciente em toda sua complexibilidade.

Mas não sou da área de saúde, a supervisão serve para mim?


Sim!


O método de hipnose ericksoniana é muito rico e complexo e, mesmo que você não o utilize de forma profissional, é útil ter acesso à supervisão, pois você tem ao seu lado uma pessoa com mais experiência.

 

Na prática, esse supervisor irá analisar casos comuns do dia a dia e mostrar formas para que você utilize seu conhecimento de maneira natural – ainda que não seja sua ambição clinicar!

Supervisão clínica é, basicamente, ver casos e analisar com alguém do lado?

Sim e não.

 

Explico: parte do ensino consiste, sim, em analisar casos em grupo, mas engana-se quem pensa que é apenas isso!

O método também baseia-se na autoanálise, mostrando como está seu entendimento de tudo que já foi aprendido e se sua abordagem é condizente ou pode ser melhorada de alguma forma!

Ou seja, é algo prático e um caminho a se desenvolver de modo pessoal!

Nós da ACT INSTITUTE nos orgulhamos de contar com o Stephen Adler, autoridade sênior em Hipnose Ericksoniana – o único da América Latina!

Venha fazer nosso curso de Supervisão Clínica e tenha acesso direto há mais de 50 anos de experiência em práticas clínicas de forma extremamente pessoal


Gostou do nosso conteúdo? Deixe nos comentários a sua opinião!
Fique por dentro e receba, em primeira mão, outros temas relacionados à hipnose ericksoniana, assinando nossa newsletter!