• Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Quando falamos em uso clínico da hipnose, o que vem à sua mente? Alguém segurando um relógio em frente ao paciente, falando: “você irá dormir”? Ou então o paciente deitado descendo escadas imaginárias e totalmente inconsciente de onde está? É comum o julgamento rápido por parte de leigos ou desinteressados em áreas mais inovadoras de terapia. Mas aos que leram o básico sobre o que é hipnose ericksoniana, sabem que o uso clínico da hipnose vai muito além do que acredita o senso comum.

 

→ Se você não sabe exatamente do que estamos falando, leia gratuitamente este ebook!

As técnicas de tratamento da hipnose em consultório

Do estudo sobre quais são os estados de transe até a indução linguística, a hipnose ericksoniana compõe a terceira onda da terapia. Onda da qual Milton Erickson foi um dos maiores nomes precursores. Desde bases Freudianas, até as experiências que mostraram outro lado da psicanálise, o lado do acesso ao inconsciente, Milton Erickson mostrou que aqueles 95% do cérebro poderiam ser acessados e até mesmo moldados à novos comandos.

 

Traumas e disfunções mentais e emocionais poderiam ser alterados e acessados através de induções inteligentes e que foram durante anos estudadas e aperfeiçoadas. O “caldeirão de energia fervilhante e indomável” deixaria de ter então esta denominação, e passaria, a partir daí, a trabalhar a favor dos indivíduos que conseguissem controlar e se comunicar com o inconsciente.

 

O uso clínico da hipnose tem sido há anos aperfeiçoado e, hoje, engloba uma série de práticas e estudos que contribuem para a cura de pacientes em âmbito global. Práticas das quais podemos citar: Técnicas de indução; Os princípios de trabalho da Hipnoterapia Ericksoniana; Modelo de indução Ericksoniana; Sugestão Diretas e Indiretas; Auto hipnose; Utilização de padrões de linguagem, jogos de palavras; Sugestões pós-hipnóticas; Medidas Hipnoterapêuticas para desordens de pânico.

 

Entre diversos outros métodos que muitos terapeutas e profissionais têm incluído em suas abordagens de tratamento efetivo e rápido, assim como expandido áreas de atuação.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

 

O resultado do uso clínico da hipnose

Como resultado, os profissionais de terapia e psicologia têm colhido frutos mais do que relevantes, mas de verdadeira cura, em tempo curto e satisfatório de tratamento, tanto ao cliente quanto ao próprio terapeuta. Entre as áreas de cura, as que possuem maior destaque e procura são:

 

  • Tristeza profunda e apatia;
  • Traumas e baixa autoestima;
  • Problemas com hábitos ruins, como sobrepeso e tabagismo;
  • Problemas para se auto responsabilizar;
  • Dificuldade em encontrar gratidão e pessimismo constantes;
  • Ansiedade intensa, medo e nervosismo;
  • Problemas para controlar sentimentos e pensamentos;

 

Além de outras áreas, como a cura de dores crônicas e até mesmo vícios. A boa notícia é que você pode introduzir estes métodos em seu consultório. É através de um curso ministrado por uma das maiores autoridades no assunto do mundo, o Dr. Stephen Paul Adler! Saiba mais: http://www.actinstitute.org/curso-hipnose-ericksoniana/index.php

Grande abraço e até a próxima!
Equipe Act Institute.