Milton H. Erickson desenvolveu a Hipnose Ericksoniana como uma resposta prática e eficaz a tudo o que ele observou durante os anos de paralisia, por conta da poliomielite, e no decorrer de seus estudos clínicos.

E esta resposta é baseada em princípios claros, que respeitam a individualidade dos envolvidos e estimulam a transformação em diferentes níveis, e que servem como parâmetro para a utilização da Hipnose Ericksoniana, seja como meio para a cura e ou seja como meio de mudança.

Um de seus princípios fala: “Tudo o que é necessário é criar uma “mudança estratégica”, ou seja, a menor mudança possível, e permitir que ela se generalize. Lembre-se que uma pequena mudança gera mudanças em todos os sistemas relacionados à pessoa. E sempre é possível realizar uma pequena mudança.

No processo em busca da cura interior, é mais fácil começar por uma pequena mudança do que acreditar que radicalizar pode ser eficiente, a segunda opção desanima rápido e não surte resultados efetivos. Entender isso e optar por seguir um caminho com a menor mudança que seja, mudará por completo o curso das coisas, podendo resultar em diversos benefícios em sua vida.

Por que mudar?

Ao estimular pequenas mudanças, novas oportunidades e esclarecimentos podem surgir, quem opta por mudar, crê em constantes melhorias e no reconhecimento do erro, trauma, medo, problema, como fonte para a cura.

Esse princípio dentro da Hipnose Ericksoniana é importante, pois incentiva o paciente a dar o primeiro passo, estimulando a prática da menor mudança possível, tornando real a chance de alcançar a cura. 

Essa mudança pode ser um pensamento, ou nova forma de encarar um determinado problema, toda e qualquer mudança gera efeitos, e bem direcionada por um profissional adequado esses efeitos podem ser positivos. 

Acredite, a medida em que você aplica os Princípios Ericksonianos a sua maneira de trabalhar, o valor do uso da Hipnose Ericksoniana se tornará cada vez mais e mais evidente.

Quer saber mais sobre a Hipnose Ericksoniana? Baixe nosso E-book.