A Hipnose ganhou maior notoriedade nas últimas semanas, depois da entrada de um participante em um reality show famoso. Entretanto, apesar desse assunto ter virado um grande fenômeno da atualidade, esse método antigo surgiu no começo da civilização. Porém, seu desenvolvimento se deu na Europa, a partir do século 17.

Quando falamos de Hipnose, estamos falando de práticas milenares que utilizam do processo da sugestão, para através de uma indução gerar um trabalho de mergulho no mundo interno da pessoa. 

Dependendo da característica em que a Hipnose trabalha, ela vai conseguir gerar efeitos mais profundos e, por causa disso, ativar o funcionamento da mente inconsciente. 

Tipos de Hipnose

Existem diferentes vertentes dentro da Hipnose, dentre elas estão a: Hipnose palco, Hipnose clássica e a Hipnose Ericksoniana. 

A Hipnose de palco é o que o nome significa, uma hipnose voltada para o entretenimento de quem assiste. Depois de hipnotizado o indivíduo fica totalmente a mercê de cumprir regras determinadas pelo hipnólogo, fazendo um verdadeiro show para a plateia. Funcionando apenas em 5 a 10% da população. 

É exatamente esse tipo de hipnose que se tornou um fenômeno nos últimos dias, é ela que o participante prática dentro e fora do programa de TV. 

Na Hipnose clássica o paciente recebe comandos diretos de ação, baseados em uma metodologia/protocolo padrão. Aqui o hipnoterapeuta é o protagonista do processo, orientando seu paciente através de comandos diretos. 

Por ser uma hipnose impositiva, com comandos diretos, ela também só funciona em 5 a 10% da população. 

E por fim, temos a Hipnose Ericksoniana, por usar uma linguagem indireta e ajustada ao perfil do cliente, esse tipo de hipnose consegue se adaptar a dinâmica de cada pessoa. Isso é o que torna a Hipnose Ericksoniana eficaz em 100% das pessoas. 

Por meio de direcionamentos que variam para cada pessoa, o profissional sugestiona algumas ações a fim de fazê-lo buscar em sua mente inconsciente a cura ou resolução de seus problemas e traumas. 

Nessa variante da Hipnose, o hipnoterapeuta está preocupado em manter uma relação de confiança com o paciente. 

Antes de um fenômeno, um estudo sério

A Hipnose é uma prática séria, reconhecida pelo conselho regional de psicologia como recurso auxiliar de trabalho do Psicólogo. 

Além, da curiosidade que vem sendo despertada, por conta do reality show, é preciso entender que a hipnose surgiu para o desenvolvimento e o fortalecimento de uma comunicação mais eficiente, que seja capaz de estabelecer entre os seres humanos uma verdadeira conexão do bem estar.

Infelizmente poucas pessoas conhecem o poder de cura da hipnose e essa é missão do ACT Institute, divulgar os benefícios que a Hipnose pode trazer a nossa vida.