A sentença Freud estava errado parece quase uma heresia, como o pai da psicanálise poderia ter cometido algum deslize em toda sua vida de estudos? Apesar de praticamente ter fundamentado a psicologia como conhecemos hoje, descobrimos muito após sua morte. O próprio Milton Erickson foi um dos psicólogos que transformou sua visão sobre o inconsciente.

 

“Um caldeirão fervilhante de energia indomável gritando pra ser suprimido e reprimido pelo bem da sociedade”

 

Freud concordava com todas as forças de que o inconsciente existia e que ele possuía um papel fundamental nos traumas e memórias de seus pacientes, inclusive ele foi um dos primeiros profissionais da área a abordar o assunto.

 

Ele não estava errado nisso, anos depois a ciência comprovou que apenas 5% de nosso cérebro é composto pelo consciente e outros 95% pelo inconsciente. Um dos grandes motivos de ele estar muito a frente de seu tempo, mas entre todos os milhares de acertos, Freud estava errado quando afirmou que era impossível comunicar-se com o inconsciente de qualquer pessoa.

 

Não tudo sobre o inconsciente mas muito já podemos concluir

 

Existem níveis mais profundos e talvez inalcançáveis – até os dias de hoje – em nosso inconsciente, não podemos de forma alguma concluir como nosso cérebro trabalharia se alcançasse seu potencial completo, ou melhor, se tivéssemos total consciência de tudo que já vimos e aprendemos em nosso tempo de vida.

 

Ainda sim, a tecnologia, os estudos e a ciência já conseguiram comprovar como possível, através da indução verbal, que a comunicação com o inconsciente (em níveis mais rasos) poderia ser não somente viável mas extremamente eficaz.

 

Freud abriu o campo; Erickson o tornou prático!

 

Erickson acreditava que Freud estava errado  sobre o inconsciente, e durante toda sua vida se dedicou a encontrar uma forma efetiva de transformar as experiências absorvidas pelo inconsciente.

 

Ele queria provar que era possível não somente entender seu comportamento no presente através de experiências e traumas passados mas que seria possível retornar de forma vívida ao momento e ressignificá-lo em uma única sessão.

 

Erickson via o inconsciente como um núcleo positivo e  totalmente único em cada pessoa. O receptáculo de todas as nossas experiências e aprendizados passados desde a concepção até o último suspiro, acreditava que ele  trabalha em nosso favor e protege nossa mente para nossa evolução, mas que muitas vezes poderia nos pregar peças.

 

Em anos de trabalho e com milhares de pacientes curados através da hipnoterapia criada, o hipnoterapeuta conseguiu comprovar a eficácia de tais afirmações.

 

Hoje é considerada uma das maiores formas de tratamento e o complemento perfeito para quem trabalha com a linha de Freud. Descubra mais aqui: http://www.actinstitute.org/curso-hipnose-ericksoniana/index.php

 

Até a próxima,

Act Institute.