Hipnoterapeutas ericksonianos colocam um paciente em transe e então falam para eles qualquer história que aparece em sua mente!
Essa afirmação é falsa.

A abordagem ericksoniana não requer preparação – somente confie em sua mente inconsciente para fazer a coisa certa! Erickson acreditava plenamente que o paciente que confiava em si mesmo, e no poder de sua mente inconsciente, elevava sua capacidade de cura; mas, ele nunca afirmou que há maneiras de qualquer pessoa realizar uma sessão de hipnose sem o conhecimento e a preparação necessários.

Antes de induzir ao transe, Erickson formulava planos de tratamento para seus pacientes e fazia avaliação contínua de seus progressos. E, após cada sessão, ele costumava introspectar-se e analisar, cuidadosamente, sua conduta, momento por momento.

Cada paciente era considerado único. Ainda, ele procedia com o tratamento de cada um com muito cuidado e, ao longo do encontro, combinava a análise teórica seguifa com sua intuição (estilo que veio de seus muitos anos de experiência e atuação profissional).

A confiança na individualidade de cada pessoa era uma das crenças mais fortes e humanas de Erickson; ele não achava que cada paciente deveria se ajustar ao protocolo teórico do terapeuta, mas, ao contrário, o terapeuta tinha que ajustar a sua abordagem ao ser interior do paciente.