A imaginação, algo espetacular, por mais criativa que seja, ainda assim, possui limites. Ela pode criar ou recriar, a partir do zero, inumeros cenários, inclusive, ela pode fazer de você um milionário. Mas, não se engane, essa experiência imaginativa não é completa porque ela não passará de uma criação fugaz da sua mente, sem raizes no presente e sem projeções reais no futuro.

É recorrente a comunicação com a mente inconsciente nos ensinamentos de Milton Erickson, afinal, é esse o lugar responsável por 95% de nossa mudança comportamental. Agora, se utilizassemos a nossa imaginação como ferramenta positiva para projetar nesse espaço fértil, resultados positivos futuros, de ações que iniciamos no presente?

Calma, não redescobrimos a roda. Em nosso meio, essa técnica de projeção é chamada de Progressão de Idade e figura no roll das mais importantes contribuições de Milton Erickson para a hipnose moderna.

A eficiência da abordagem é tamanha que ela transita entre áreas de estudo da psicologia e entre doutrinas diversas. No coaching, por exemplo, a Progressão pode ajudar o coachee a visualizar em sua mente consciente a conquista do bem desejado, a identificar a importância futura de ações já realizadas no presente e a vivenciar, em um nível emocional, que obteve o êxito esperado.

Independente da área da psicologia, a força da Progressão de Idade não se iguala, simplesmente, a uma imagem criativa, desenvolvida no imaginário. Ela vai além. A progressão faz projeções positivas diretamente na mente inconsciente do paciente/cliente através do transe hipnótico.

Erickson sempre afirmou a importância do transe para este processo. “A projeção no tempo, ou ensaio mental, se refere ao trabalho terapêutico orientado para o futuro. Uma vez que esteja em transe profundo, é pedido ao paciente que se imagine no futuro, mas, devido à profundidade do transe e ao grau de talento hipnótico do paciente, a experiência tem uma intensidade e uma qualidade de realidade que uma fantasia consciente não possui”. (Milton Erickson, 1980)

Outra aplicação muito bem sucedida da Progressão é aliá-la a técnica de Regressão de Idade: ela agirá como parâmetro para determinar se o tratamento está na direção certa, quando usada logo após o término da regressão.

Para a Hipnose Ericksoniana, a Progressão serve como complemento ao tratamento que utiliza a Regressão como linha de trabalho. É a progressão que evidencia se a regressão foi conduzida de maneira eficaz. Portanto, é a partir da união das duas abordagens que o terapeuta terá uma imagem do que foi trabalhado nas memórias passadas e como a alteração poderá refletir no futuro.